O blog da Gerencial Construtora tem tudo o que você precisa saber para escolher e comprar o seu imóvel ideal. Encontre aqui as melhores dicas e conteúdos.

  • Desde o dia 11 de março de 2020, quando a Organização Mundial de Saúde (OMS) classificou como pandemia a contaminação pelo novo coronavírus (COVID-19), o mundo acendeu um alerta vermelho. Até então concentrada na China e na Itália, a doença se espalhou rapidamente por outros continentes e deixou de ser uma crise apenas para a área de saúde.

    Social e economicamente, o coronavírus também mostra seus reflexos, com o fechamento de comércios e empreendimentos considerados não essenciais. Mas, em meio a toda crise instaurada, é possível retirar lições de empreendedorismo e aprender sobre investimentos.

    1 – Segurança

    Independente do contexto, crises econômicas não são exclusivas do nosso tempo e muito menos acontecem sempre devido às doenças, como é o caso do coronavírus agora. A dica para quem quer investir nestes tempos de incerteza é focar no mercado imobiliário, uma das formas mais seguras de aplicação do dinheiro.

    Considerado muitas vezes um investimento para quem tem perfil mais conservador, os imóveis oferecem mais estabilidade quando comparados, por exemplo, a investimentos como ações na bolsa de valores e fundos de investimento, que passaram recentemente por quedas diárias.

    Além disso, mesmo em tempos de crise, imóveis são considerados bens que se valorizam com o tempo. Ou seja, por mais que o mercado passe por baixas, os valores dos imóveis tendem sempre a se recuperar. Outro ponto é o legal: há segurança jurídica quando o tema é uma propriedade pessoal.

    2 – Preços

    Outro ponto chave para o investimento em imóveis durante crises econômicas é o valor. O investidor poderá fazer uma negociação muito mais interessante para ambos os lados. É preciso saber aproveitar as oportunidades em cenários adversos como o que estamos vivendo com a COVID-19.

    3 – O retorno

    Não é segredo nenhum que a poupança ainda é o investimento mais corriqueiro e popular na vida dos brasileiros. De acordo com pesquisa da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), sete em cada 10 brasileiros guardam dinheiro em poupanças. Ainda assim, especialistas no ramo econômico garantem: não é a melhor forma de investir seu dinheiro.

    A conta é relativamente simples: no ano de 2019, o rendimento total da poupança foi de 4,62% e, no primeiro mês de 2020, rendeu menos que 0,3%, segundo dados do relatório Focus, do Banco Central.  Assim, investir em imóveis é um caminho mais seguro e garantido.

    4 – Futuro

    O perfil conservador do investidor de imóveis é ainda mais importante quando se pensa no futuro. Em tempos de crise, quem investe em imóveis, investe já pensando no seu próprio futuro e no de sua família.

    Ao contrário de um carro, por exemplo, o imóvel é um bem com valor efetivo, que, como vimos acima, pode ter seus altos e baixos, mas sempre se recupera após crises econômicas.

    Quanto esse conteúdo te ajudou?

    Clique em uma estrela para avaliá-lo!

    Classificação média 4.1 / 5. Contagem de votos: 8

    Nenhuma avaliação até agora! Seja o primeiro a avaliar este conteúdo.

    Atendimento por WhatsAppLigue agora: (65) 3615-2525Atendimento por Email

      Deixe seus dados e logo um corretor entrará em contato

      Deseja receber novidades da Gerencial?