• Concretizar uma venda de apartamento ou casa não é uma tarefa tão fácil, pois envolve uma série de cuidados e trâmites legais que, quando é o caso de aluguel, nem sempre são tão necessários.

    O desafio se torna ainda maior quando se deseja vender o imóvel rápido, sem baixar muito o preço ou realizar muitos investimentos para atrair um comprador. Isso ocorre principalmente quando se trata de um segundo imóvel que está, apenas, gerando mais despesas ao orçamento.

    Se esse é o seu caso, mesmo que você não seja um especialista no mercado imobiliário, é possível fechar um ótimo negócio sozinho, observando as providências corretas e dicas para não cometer erros simples que podem afastar (permanentemente) um cliente em potencial.

    Um dos primeiros passos é ter iniciativa e paciência para ouvir as condições do comprador e tirar as dúvidas necessárias da outra parte até fechar o negócio. Também é importante realizar reparos e cuidados essenciais no imóvel antes da visitação, como manter a limpeza impecável e retirar objetos pessoais, para não causar má impressão.

    Essas são apenas algumas dicas para ajudar você a concretizar a sonhada venda. A seguir, elaboramos um guia completo com o passo a passo para você fechar qualquer negócio imobiliário de forma rápida e simples. Siga as dicas abaixo e entenda todo o processo de venda!

    Qual é a importância de observar o mercado imobiliário?

    Ao decidir vender um imóvel, um ponto importante que precisa ser observado é a realidade do setor no momento. Nesse sentido, é fundamental analisar as perspectivas do mercado imobiliário para compreender se há crescimento ou retração.

    Mesmo em momentos de desvalorização, a venda pode ser concretizada com sucesso caso o imóvel que se deseja vender seja revertido em outro, pois isso não acarreta disparidade entre o valor de venda e o de compra. Contudo, momentos de baixa valorização não são os mais adequados para investimento em imóvel.

    Por isso, é essencial ter atenção às mudanças econômicas e observar o setor imobiliário, além de sempre buscar informações sobre como tornar o imóvel mais atrativo ao comprador.

    Qual é o momento certo de vender o seu imóvel?

    Existem muitos motivos que levam alguém a desejar trocar de imóvel, como insatisfação com a localização, busca por mais segurança, interesse em residir em uma região mais silenciosa, necessidade de mudança de cidade e aumento da família, entre outros.

    Para decidir a hora certa de realizar a venda, é necessário observar alguns pontos que podem favorecer esse objetivo. Nesse sentido, o orçamento familiar, as condições do imóvel e a realidade imobiliária da região representam fatores decisivos no fechamento do negócio.

    Com uma boa assessoria imobiliária, o indivíduo fica por dentro de tudo no setor e tem mais segurança para decidir as melhores alternativas na hora de vender ou comprar um imóvel.

    Como aumentar o valor do imóvel?

    Mesmo em momentos de desvalorização no setor, existem algumas ações que podem ser colocadas em prática para valorizar o imóvel, aumentar seu valor de mercado e facilitar a venda.

    Fazer uma pequena reforma, realizar a manutenção da fiação elétrica ou dos sistemas de água e esgoto, pintar o imóvel e trocar algumas peças são exemplos de medidas que podem tornar o imóvel mais atrativo.

    Na hora de decidir fechar negócio, o comprador vai sempre optar por imóveis que apresentem melhores condições. Por isso, fique atento aos problemas e realize as melhorias necessárias. É importante saber como valorizar um imóvel para conseguir um valor alto na venda.

    Qual é o passo a passo para vender um apartamento?

    Tomada a decisão de vender o imóvel, é preciso ter atenção a algumas providências que vão garantir uma venda rápida. A seguir, confira alguns passos que vão ajudar na concretização do negócio.

    Analise a documentação

    Antes de anunciar um imóvel para venda, é importante organizar toda a documentação necessária para a concretização da transação comercial.

    Analise se os documentos estão completos e corretos. Faça o registro da escritura e procure não deixar nenhuma pendência. No momento de assinatura do contrato, confira todo o documento antes de assinar. Manter os papéis em ordem é bom tanto para quem vende quanto para quem compra.

    Saiba quanto o imóvel vale

    É preciso definir o valor do imóvel. Estabelecer o preço adequado torna o negócio mais vantajoso e ajuda na negociação. Contudo, é importante pesquisar o valor de mercado antes de chegar ao número mais adequado.

    Para efetuar o cálculo, deve-se colocar em prática algumas ações, como:

    • pesquise o preço de imóveis com características similares na região;
    • considere a localização do imóvel;
    • avalie o valor do metro quadrado da sua região;
    • inclua todas as características no cálculo, como área de lazer, salão de festa, academia e piscina, entre outras;
    • observe a conservação do imóvel;
    • inclua a quantidade de cômodos e dormitórios no valor.

    Verifique as condições do imóvel

    Quanto melhor conservada a propriedade, maiores serão as possibilidades de venda. Além disso, as condições físicas e estruturais precisam estar em bom estado para serem aprovadas na vistoria realizada pelo banco que disponibilizará o financiamento.

    Alguns problemas, como rachaduras e reformas irregulares, podem inviabilizar a aprovação para o financiamento imobiliário. Se o engenheiro que realizar a vistoria apontar a existência de defeitos, o proprietário terá um prazo para saná-los antes de colocar o imóvel novamente à venda.

    Use fotos de qualidade

    Para que as fotos sejam atrativas no anúncio, é fundamental que elas sejam de boa qualidade. Veja algumas dicas para conseguir bons registros:

    • utilize uma máquina fotográfica ou um celular com boa resolução;
    • arrume o ambiente;
    • tenha atenção à iluminação;
    • escolha o melhor ângulo para a foto;
    • procure mostrar o local como um todo;
    • mantenha as tampas dos sanitários abaixadas;
    • registre os detalhes que valorizam o imóvel;
    • utilize um tripé para que as fotos não fiquem tremidas;
    • fotografe a rua em que a propriedade está localizada.

    Prepare o imóvel para receber visitas

    O futuro comprador busca imóveis de boa aparência. Por isso, é importante ter alguns cuidados para as visitas à propriedade. Deixe a pintura em dia, tanto na fachada quanto na parte interna; verifique se os pisos estão nivelados; faça a manutenção de portas e janelas, para que abram e fechem sem esforço.

    Essas são algumas atitudes que auxiliam a valorizar o imóvel, pois são itens que costumam ser analisados pelos interessados na compra.

    Melhore a aparência do apartamento

    Mantenha o ambiente arrumado, sem bagunças. Sujeira e móveis quebrados dão péssima aparência ao local. Além disso, tenha cuidado com a manutenção da área externa, caso exista, pois mato alto no quintal dá impressão de abandono e falta de conservação.

    Da mesma forma, a existência de vidros quebrados acaba causando má impressão, e pode ser um ponto negativo na avaliação da propriedade por parte do comprador.

    Onde fazer a divulgação do imóvel?

    Com a documentação correta e os preços definidos, é hora de promover a divulgação do imóvel. Para isso, invista em anúncios de imóveis bem estruturados e organizados, que tenham informações claras e várias imagens dos ambientes, incluindo as áreas comuns. A quantidade de fotos depende do tamanho do imóvel. Contudo, uma descrição detalhada pode fazer toda a diferença.

    Inclua informações como número de dormitórios, quantidade de banheiros, vagas de garagem disponíveis, tamanho em metros quadrados, valor do condomínio e IPTU, entre outros. Todos os detalhes são importantes para agregar valor à propriedade.

    Grande parte das buscas são realizadas, atualmente, no ambiente virtual. Por isso, se houver a possibilidade, disponibilize também vídeos da propriedade, pois aumentam as chances de contatos de interessados.

    As redes sociais são uma excelente ferramenta para anunciar, sobretudo o Facebook — hoje, existem mais de dois bilhões de internautas ativos, de diferentes perfis, aumentando a chance de surgir ali um comprador em potencial.

    Outra dica é anunciar em portais especializados em vendas de imóveis, que abrangem anúncios autônomos e de diferentes imobiliárias, com larga margem de acesso. Nesse caso, a vantagem é que basta inserir informações e fotos do imóvel para realizar a divulgação.

    Quais erros evitar durante a venda do apartamento?

    Como vimos, quando uma pessoa quer vender o seu imóvel, ela pode cometer alguns deslizes que dificultam o fechamento do negócio. Na ânsia de vender rapidamente ou por deixar as emoções se sobreporem à razão, ela pode colocar um preço muito abaixo ou acima do mercado, ou descartar um comprador em potencial.

    Por isso, além de todas as dicas acima, selecionamos os principais erros que muitos proprietários cometem ao realizar a venda de apartamento ou casa sozinho, para que você não tenha os mesmos problemas.

    Anunciar o preço incorreto

    Um erro fatal na hora de colocar o imóvel à venda é calcular errado o preço, baseado em avaliações subjetivas do local. Mesmo que tenha sido uma propriedade valorizada pela família e que lhe cause forte afetividade, tenha cuidado para não supervalorizar o imóvel, levando-o a ficar anos à venda.

    Estude o mercado e avalie a média de preço em imóveis semelhantes ao seu. Se houver pressa em vendê-lo, não hesite em abaixar o preço e ficar aberto à negociação. Pense que imóveis que ficam muito tempo à venda tendem a dispersar o interesse e, principalmente, a deteriorar e desvalorizar com o tempo.

    Expor um imóvel descuidado

    Esse é um ponto que vale a pena relembrar, pois, na hora de visitar uma casa ou apartamento, o comprador quer se imaginar morando ali, sendo fundamental que o local esteja agradável à vista de quem está procurando um lar novo para morar.

    Limpeza, móveis em bom estado, paredes pintadas e ambiente arejado não custam tanto investimento e fazem uma enorme diferença para quem está selecionando um imóvel, dentre muitos expostos no mercado.

    Não realizar uma pré-seleção de visitantes

    Por mais que deseje vender rapidamente o seu imóvel, é importante cuidar do seu patrimônio. Por isso, assim como você não abre a porta da sua moradia para qualquer pessoa, faça uma pré-seleção, na medida do possível, de possíveis compradores antes de agendar uma visita.

    Você pode conversar pelo telefone ou fazer perguntas básicas pelo WhatsApp sobre as intenções de compra, crédito e local onde ele trabalha, para avaliar se vale a pena abrir o imóvel para a pessoa interessada. Isso não indica preconceito, mas cuidado com seus bens e blindagem contra possíveis aproveitadores.

    Desconhecer seus direitos e suas obrigações

    Antes de iniciar as negociações, atente-se à legislação imobiliária — que é bem complexa e extensa — a fim de evitar prejuízos e aborrecimentos futuros. Contratos para venda e compra são documentos jurídicos que devem ser muito bem redigidos. Isso assegura o repasse do valor negociado e os cuidados exigidos com o imóvel.

    Esteja ciente acerca das ações que precisam ser feitas por você e tarifas que precisam ser pagas, assim como informações sobre restrições locais e multas que podem surgir no caso de alguma cláusula do contrato ser descumprida.

    Negociar com a emoção

    Negociações de sucesso exigem objetividade e uma visão estratégica do que se deseja vender. Para isso, é preciso que o diálogo seja pautado na razão, levando-se em conta cálculos de riscos e vantagens sobre aquele negócio.

    Se você colocar a emoção na frente, poderá desistir da venda, pensando se aquela pessoa cuidará tão bem do imóvel que um dia foi seu, por exemplo. Ou pode achar que a negociação do valor indica uma desvalorização do seu bem por parte da outra pessoa, quando, na verdade, tudo faz parte das estratégias de venda.

    Não estar disponível para exposição da propriedade.

    Ao decidir vender um imóvel sem o intermédio de uma imobiliária e seus corretores, você precisa levar em consideração que fará contato diretamente com as pessoas interessadas. Por isso, não adianta cuidar de todas as etapas de preparação para a venda, se você não estiver disponível para as visitas.

    Não atender ao celular, marcar e não aparecer e falar de forma grosseira com as pessoas que lhe procuram são erros fatais para afastar, de vez, algum possível comprador. A partir do anúncio do imóvel, encare a fase de venda com bom humor e simpatia e atenda as pessoas com disposição e boa vontade.

    Seguindo todos esses passos e com muita iniciativa, você verá que, mesmo não tendo uma larga experiência em compra e venda de apartamento e casa, é possível realizar um grande negócio de forma simples e eficaz. O principal você tem em mãos: o imóvel disponível para se transformar no lar do comprador, pronto para ser identificado por você.

    Gostou do post? Quer mais dicas para aprofundar o seu conhecimento sobre vendas de imóveis? Leia mais no nosso e-book completo sobre o tema!

    Quanto esse conteúdo te ajudou?

    Clique em uma estrela para avaliá-lo!

    Classificação média / 5. Contagem de votos:

    Deixe seus dados e logo um corretor entrará em contato

    Deseja receber novidades da Gerencial?

    Deixe seus dados e logo um corretor entrará em contato

    Deseja receber novidades da Gerencial?