• Boa parte das pessoas que compram casa ou apartamento escolhem pagar o bem por meio de financiamento bancário. É uma decisão que envolve anos de pagamentos e a vida pode mudar, sendo necessário vender o bem antes de quitar. Mas será que é possível vender imóvel financiado?

    A resposta é sim! A prática tem aumentado no Brasil e muitas pessoas vendem o bem antes do término do financiamento. Isso pode acontecer porque o comprador teve problemas para quitação das parcelas, optou pela mudança para um imóvel maior ou por ter comprado como forma de investimento.

    Isso porque vender imóvel financiado pode até gerar lucro para o proprietário, dependendo da valorização do bem e das circunstâncias do mercado imobiliário. Neste artigo, você vai ver boas dicas de como fazer a transação e tirar suas dúvidas para realizar um bom negócio. Confira!

    Como vender imóvel financiado?

    Só pode vender o imóvel quem tem o direito de propriedade. A questão é que enquanto está sendo financiado, o bem fica com um gravame de alienação fiduciáriaNa prática, isso quer dizer que o banco é o credor. Por isso, o bem fica em nome da instituição até a quitação do valor total para que esteja em nome de quem comprou.

    De toda forma, o financiamento não impede que o bem seja vendido para outra pessoa. É uma prática comum e a negociação pode ser realizada sem grandes complicações, desde que o imóvel esteja livre de qualquer ônus.

    Por ser corriqueiro, existem maneiras que a própria instituição financeira oferece para realizar a transação. A diferença é que o produto da venda vai ser usado como forma de quitar o financiamento que já foi realizado anteriormente.

    Após quitar a dívida com o banco, o valor que restar dessa transação será entregue ao vendedor. Tudo é feito respaldado pela legislação e com transparência.

    Para quem está comprando o imóvel com financiamento em andamento não muda nada. O comprador tem a possibilidade de adquirir a casa ou apartamento que deseja pagando com recursos próprios, FGTS, consórcio imobiliário ou, até mesmo, realizar um financiamento.

    Se a opção for financiar novamente, basta fazer um novo contrato, que pode ser com a mesma instituição bancária ou outra que ofereça melhores vantagens. Ele vai assumir uma nova dívida referente à sua negociação diretamente com o banco.

    Como proceder com a venda?

    Existem alguns procedimentos diferentes a seguir para fazer a venda de imóvel financiado. Veja quais são eles.

    Pagamento à vista

    Para a transação feita com pagamento à vista, é necessário que o comprador quite o seu saldo devedor com o banco. Para tanto, ele deve averiguar os valores corrigidos, emitir um boleto e realizar a quitação.

    Após pagar a instituição financeira, ele recebe uma carta declarando que o imóvel está integralmente quitado, livre de débitos e ônus. O documento precisa ser averbado no Cartório de Imóveis para liberar o gravame de alienação fiduciária na matrícula do imóvel.

    Diante da liberação, o vendedor passa a ter direito pleno à propriedade. Com isso, ele pode registrar uma nova Escritura Pública de Compra e Venda. Essa é a transação em que o vendedor transfere o imóvel ao comprador.

    Financiamento bancário na mesma instituição

    Quando o novo comprador vai financiar o bem, a transação de compra e venda envolve também a instituição financeira. Para que isso seja possível, o vendedor precisa apurar o débito com os juros e correções do saldo devedor.

    O banco vai preparar um novo contrato de compra e venda entre o vendedor, o novo comprador e a instituição financeira. No documento, fica firmado que parte do valor do financiamento será direcionada para quitar a dívida anterior junto ao banco.

    Uma cláusula é inserida no contrato para que o banco conceda a quitação pelo financiamento ao vendedor. Após a assinatura, o novo contrato de financiamento deve ser registrado no Cartório de Imóveis.

    Nesse ato, o gravame é retirado e registrado um novo contrato de financiamento bancário com averbação da nova alienação fiduciária. Após o registro, o valor que cabe ao vendedor é transferido do banco para ele.

    Financiamento bancário em instituições diferentes

    É possível que o vendedor esteja em dívida de financiamento com uma instituição financeira e o novo comprador queira obter o financiamento em outra. Para isso, é necessário realizar o processo de interveniente quitante (QI) ou interveniência financeira.

    Por envolver instituições diferentes, o saldo devedor é apurado pelo banco credor e comunicado ao banco do comprador. Isso permite a elaboração do contrato para interveniência creditícia das duas instituições.

    O comprador vai pagar o saldo devedor ao banco credor do primeiro financiamento. No mesmo ato, ele assume a dívida da diferença com o novo banco por meio de parcelas financiadas.

    O valor do financiamento contratado pelo novo comprador que deve ser repassado ao vendedor será depositado em conta bancária. A alienação fiduciária do vendedor é retirada da matrícula do imóvel e o gravame averbado em nome do comprador.

    Como vender um imóvel financiado em construção?

    Um imóvel financiado que ainda está em construção também pode ser vendido. Em casos assim, é feita uma cessão de direitos junto à construtora. Dessa forma, o investidor cede ao comprador as obrigações e direitos assumidos para o imóvel na planta.

    Isso é feito por meio de contrato de promessa de compra e venda. A transação repassa o saldo para o novo comprador.

    As possibilidades de lucro nesse tipo de transação são altas. Isso porque a estimativa de lucratividade de quem compra na planta e vende pronto é de cerca de 25%.

    Como lucrar com venda de imóvel financiado?

    O processo de venda permite a quitação do financiamento em vigor ao agente financeiro. O imóvel pode ter tido uma valorização. Isso ocorre por melhorias no bem ou mesmo no bairro onde está localizado, de acordo com o mercado imobiliário.

    A avaliação do imóvel passa por três critérios para atualização do valor comercial:

    • análise dos consultores;
    • valor do metro quadrado na região;
    • sistema de amostragem.

    Portanto, ao vender, será possível quitar o saldo devedor e ficar com o restante referente à valorização do imóvel, se for o caso. Por isso, vender imóvel financiado pode ser uma grande vantagem.

    Ficou alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários que vamos ajudar a esclarecer.

    Banner-blog-gerencial

     

    Quanto esse conteúdo te ajudou?

    Clique em uma estrela para avaliá-lo!

    Classificação média / 5. Contagem de votos:

    Nenhuma avaliação até agora! Seja o primeiro a avaliar este conteúdo.

    Deixe seus dados e logo um corretor entrará em contato

    Deseja receber novidades da Gerencial?

    Deixe seus dados e logo um corretor entrará em contato

    Deseja receber novidades da Gerencial?

    Atendimento por WhatsAppLigue agora: (65) 3615-2525Atendimento por EmailAtendimento Online