• Atendimento Online Atendimento Online!

    A sustentabilidade tem se tornado um tema recorrente na maioria dos ramos do mercado, por conta de toda a preocupação que envolve a preservação do meio ambiente e da qualidade de vida no futuro. Em um contexto como esse, a possibilidade de morar em um condomínio sustentável chega como uma excelente alternativa.

    Se você não conhece muito sobre essa tendência e pretende morar em um condomínio do tipo ou aplicar essa ideia onde você já mora, continue a leitura para acompanhar os diversos benefícios sobre morar nesse tipo de empreendimento!

    Quais as vantagens desse tipo de condomínio?

    Em um condomínio sustentável, tudo é pensado em prol do respeito à natureza, gerando o menor impacto possível ao meio ambiente. Porém, uma coisa é certa: não se deve abrir mão do conforto. Sustentabilidade envolve não só a preservação dos recursos naturais, mas também o bem-estar dos moradores, tendo influência indireta em fatores econômicos e na valorização do imóvel.

    Levar esse toque sustentável ao condomínio é uma tarefa que envolve todos os moradores, em que cada um tem uma colaboração para o funcionamento do espaço. Muitas construtoras já pensam nesse conceito durante o projeto do empreendimento de modo a amenizar o impacto ambiental causado pela obra.

    As soluções encontradas em condomínios sustentáveis têm a finalidade de estimular a redução do consumo de recursos. As medidas são adotadas de forma diferentes, variando de um condomínio para o outro, mas sempre priorizando o conceito de sustentabilidade.

    1. Reaproveitamento de água

    A redução e reuso da água são uma parte fundamental para o consumo racional. Portanto, um dos principais aspectos para ser explorado é o reaproveitamento de água do ar condicionado split, que pode ser coletada por meio de uma mangueira ou sistema de recolhimento instalado na saída de água do equipamento.

    Esse conteúdo é impróprio para consumo, porém pode ser reaproveitado para limpeza das áreas de uso comum, da área de lazer, calçadas e garagem. A redução dos desperdícios aplicada em um condomínio sustentável traz a ideia de preservação — o que é bom para o bolso de todo mundo.

    Para apostar em uma redução do consumo de água, o ideal é instalar torneiras automáticas com temporizador e usar descargas com duplo acionamento. Essa última funcionalidade otimiza em muito o uso da água, pois são liberados no máximo 6 litros do líquido (contra os 14 litros que são consumidos em descargas tradicionais).

    A água coletada pelos equipamentos de ar condicionado, também pode ser utilizada no plantio de jardins, desde que sejam de baixa exigência. É necessário um controle de irrigação dos jardins, com medidores individuais de água.

    2. Bicicleta compartilhada

    Um sistema de bicicletas compartilhadas dentro do condomínio promove um uso consciente dos meios de transporte, em que as pessoas podem utilizar as bicicletas para se locomover e, assim, reduzir a emissão de gases na atmosfera.

    As bicicletas compartilhadas também ajudam na economia com combustível, o que contribui para o bolso de todos os moradores do condomínio. Tendo organização do uso, para que todos sejam beneficiados, essa prática também se torna uma maneira interessante de conhecer outros moradores e incentivar um ambiente mais afável.

    3. Aproveitamento de resíduos

    Os resíduos depositados na natureza são um dos grandes problemas enfrentados pelo meio ambiente. Instalar um sistema de reaproveitamento no condomínio, portanto, é uma iniciativa interessante para minimizar os efeitos do descarte humano. Uma boa aposta é na compostagem, em que é feita a separação do lixo seco do lixo orgânico — este último, por sua vez, pode ser usado como adubo.

    O adubo, então, pode ser utilizado nos jardins do próprio condomínio, estimulando o reaproveitamento. O lixo seco, que também foi separado, pode ser utilizado em uma reciclagem de forma integrada, onde são instaladas as lixeiras específicas para lixo reciclável, o que facilita a coleta e distribuição para depósitos de reciclagem.

    4. Economia de energia

    Outro aspecto trazido pela tendência sustentável é a economia de energia elétrica. É um campo que demanda bastante atenção, visto a crescente quantidade de aparelhos elétricos que utilizamos e, em contrapartida, a infinidade de soluções que, se combinadas, garantem um uso consciente de energia.

    De início, o condomínio pode apostar em lâmpadas de LED, por serem mais econômicas e duráveis. Elas podem ser integradas a sensores de presença, assim limitando o uso da iluminação artificial para quando o espaço estiver sendo utilizado. Também é essencial utilizar placas solares para a iluminação externa, fazendo uso da energia renovável para gerar economia.

    Além disso, é importante usar o máximo possível da iluminação natural. Um condomínio sustentável deve ter grandes vãos para a entrada dessa luz. Utilizar jardins verticais nas paredes internas dos ambientes também melhora o microclima do local e eliminam a necessidade de aparelhos de ar condicionado, o que também reduz o gasto energético.

    Por fim, executar um sistema de aquecimento solar para a água dos chuveiros é uma excelente maneira de economizar energia, uma vez que o gasto energético para aquecer a água durante o banho é bem expressivo. Tal iniciativa proporciona uma economia enorme de energia elétrica em todos os apartamentos do condomínio.

    O que mais preciso saber sobre condomínios sustentáveis?

    Um imóvel inserido em um condomínio sustentável vai ser muito mais valorizado por estar integrado a um sistema consciente de sustentabilidade. Por ser uma tendência, as pessoas estão tomando cada vez mais essa consciência para a importância da sustentabilidade. Sendo assim, imóveis que têm recursos sustentáveis são mais visados e procurados, o que aumenta as chances de valorização.

    Imóveis projetados em condomínios sustentáveis são executados de forma a atingir eficiência energética e conforto acústico, o que possibilita que o ambiente seja mais saudável e aconchegante. Portanto, a qualidade de vida estará garantida para todos os moradores.

    Morar em um condomínio sustentável é uma opção cada vez mais levada em conta pelas mais diferentes pessoas, seja por conta de todo o conceito que esse tipo de moradia carrega ou por priorizar soluções inteligentes para o uso consciente dos recursos naturais. Com todas as vantagens aqui listadas, fica evidente que se preocupar com o que nos cerca faz de nosso lar um lugar ainda melhor para morar.

    Gostou de conhecer um pouco mais sobre a importância e benefícios de priorizar a sustentabilidade onde você mora? Gostaria de ver mais conteúdos como esse? Então assine a nossa newsletter para continuar nos acompanhando!

    Banner-blog-gerencial

    Quanto esse conteúdo te ajudou?

    Clique em uma estrela para avaliá-lo!

    Classificação média / 5. Contagem de votos:

    Deixe seus dados e logo um corretor entrará em contato

    Deseja receber novidades da Gerencial?

    Atendimento por WhatsAppLigue agora: (65) 3615-2525
    Atendimento por Email
    Atendimento Online