• As despesas domésticas são responsáveis por comprometer uma parte significativa da renda familiar. Apesar disso, a maioria das pessoas se esquece de gerenciar tais gastos da forma correta — muitas sequer sabem o quanto é desembolsado para cobrir os valores.

    O resultado é muito fácil de ser visualizado: um completo descontrole das finanças e, na maioria dos casos, gastos desnecessários que poderiam ser facilmente evitados. Então, a pergunta que muitas pessoas fazem é a seguinte: como gerenciar esse tipo de despesa?

    É sobre o assunto que vamos tratar neste artigo. A seguir, você aprenderá a mensurar esses gastos e gerenciá-los de forma eficiente. Acompanhe!

    Quais são as maiores despesas domésticas?

    Antes de passarmos às dicas práticas para gerenciar as despesas domésticas de uma residência, precisamos definir quais são elas, bem como a importância de investir tempo e dinheiro gerenciando-as.

    Podemos classificar como despesas domésticas todos os gastos relacionados à manutenção, organização e limpeza de uma casa. Nesse sentido, teremos produtos e serviços a serem adquiridos para garantir o perfeito funcionamento de cada um deles, sendo os principais:

    • despesas com alimentação;
    • energia elétrica;
    • mensalidades de escolas, cursos e treinamentos, entre outras;
    • gastos com saúde.

    Como muitos desses gastos estão relacionados à garantia da qualidade de vida da família ou dos moradores de uma casa, é crucial que sejam gerenciados com bastante cautela. Além de garantir o perfeito funcionamento de cada um desses elementos, a gestão deles é importante para proporcionar uma vida financeira mais equilibrada, assim como proporcionar mais segurança para o futuro da sua família.

    Ao gerenciar corretamente tais gastos, você pode obter benefícios como a redução de custos. Isso possibilitará poupar recursos, garantir o pagamento de outras despesas essenciais ou investir em mais lazer e segurança para a família.

    Como fazer uma gestão adequada dos gastos domésticos?

    Agora que entendemos quais são os gastos domésticos e a importância de investir tempo nesse processo, vamos mostrar como fazer a gestão adequada de cada um deles de forma eficiente, proporcionando bons resultados para toda a família. Continue lendo!

    Defina prioridades

    Primeiramente, é preciso definir as prioridades de gastos dentro da sua casa, pois isso é fundamental para estabelecer aquilo que será pago ou adquirido em primeiro lugar. De maneira inicial, você deve separar aquelas despesas que são essenciais para a vida de cada um dos membros da família.

    Dificilmente uma pessoa conseguiria viver sem energia elétrica, por exemplo. Portanto, esse deveria ser um dos pontos de máxima prioridade para o gerenciamento. Em seguida, teríamos os gastos com saúde e assim por diante. Mas vale lembrar que cada pessoa tem prioridades e necessidades diferentes, então esse ponto deve ser personalizado e adequado a cada tipo de família.

    Estabeleça regras

    Depois de definir quais são as prioridades, é necessário estabelecer algumas regras para a gestão de cada um dos pontos destacados. O objetivo é evitar gastos desnecessários que aumentem as despesas domésticas.

    Além disso, estabelecer regras contribuirá para que os membros da família passem a valorizar o dinheiro gasto, como a manutenção de determinados elementos essenciais ou que garantam mais conforto e comodidade a cada morador.

    Poupe o máximo que puder

    Ao seguir a dica de gestão mencionada no tópico anterior, você também contribuirá para a redução de custos dentro da sua casa. Sendo assim, será possível poupar determinadas quantias e investi-las em benefícios para sua família.

    Adapte as rotinas

    Todos devem participar do processo de gestão das despesas domésticas. Dessa forma, é necessário que você adapte as rotinas dos moradores para que cada um possa ter suas responsabilidades dentro das etapas definidas.

    Corte os gastos desnecessários

    Outra ação fundamental é cortar os gastos que são desnecessários dentro da sua casa. Acredite: se você fizer uma profunda análise de tudo o que é desembolsado para manter suas despesas domésticas, verá que existem dezenas de elementos consumindo dinheiro que podem ser reduzidos ou completamente excluídos.

    Ao fazer a gestão adequada desses gastos, você certamente conseguirá identificar alguns que são simplesmente desnecessários e dispensáveis, portanto podem ser cortados ou suprimidos por determinado tempo ou definitivamente.

    Faça compras à vista

    Mais uma dica importante sobre a gestão de despesas domésticas é realizar a compra de ferramentas e produtos necessários para a manutenção da sua casa à vista. Assim, você evitar cair em duas armadilhas que podem comprometer severamente as finanças familiares.

    A primeira delas é o pagamento de juros que podem incidir sobre as compras realizadas a prazo. Isso porque dificilmente as empresas fornecerão algum produto ou serviço de forma parcelada sem a cobrança de valores adicionais. Por mais que algumas preguem esse tipo de benefício, a maioria oferecerá descontos para o pagamento à vista.

    Outra grande armadilha na qual você pode cair é a utilização desnecessária do cartão de crédito. Não estamos afirmando que essa ferramenta é prejudicial para a gestão de suas finanças. No entanto, é perfeitamente possível que uma pessoa seja tentada a usar o cartão para compras desnecessárias, que não contribuam para a gestão e a organização de sua casa.

    Por isso, sempre prefira comprar os produtos e serviços necessários à manutenção do seu imóvel com dinheiro em espécie ou por meio de transferências bancárias. Certamente você conseguirá negociar bons preços com seus fornecedores adotando essa estratégia.

    Por fim, é necessário que você envolva os membros da família ou moradores da residência nesse processo de gestão das despesas domésticas. Como todos serão responsáveis pelos gastos, é importante que também participem da administração e do correto uso dos recursos que forem adquiridos para tanto.

    Além disso, ao envolver toda a família no processo, haverá a oportunidade de alimentar ainda mais o sentimento de união e companheirismo dentro de sua casa. Consequentemente, a relação entre todos que nela residem vai melhorar.

    Por fim, ao seguir todas essas dicas práticas sobre como gerir as despesas domésticas da sua residência, você evitará perdas e compras desnecessárias, economizando tempo e dinheiro na hora de cuidar da manutenção, arrumação, organização e limpeza do imóvel.

    Gostou de nossas dicas? Ficou com dúvidas ou tem algo a contribuir com este post? Então, deixe um comentário logo abaixo. Teremos imensa satisfação em saber qual é sua opinião sobre o tema!

    Banner-blog-gerencial

    Quanto esse conteúdo te ajudou?

    Clique em uma estrela para avaliá-lo!

    Classificação média / 5. Contagem de votos:

    Deixe seus dados e logo um corretor entrará em contato

    Deseja receber novidades da Gerencial?

    Deixe seus dados e logo um corretor entrará em contato

    Deseja receber novidades da Gerencial?